Pensamento social

pensamento social

Leia também: Missão na educação da Humanizae

Durante séculos, tentou-se determinar a natureza do pensamento social, mas ninguém nunca pôde chegar em uma única conclusão. De modo geral, pode-se dizer que o pensamento social é o processo pelo qual as pessoas interagem umas com as outras para resolver os problemas da vida em sociedade.

O que é pensamento social?

Pensamento social é um conjunto de ideias que são compartilhadas em uma sociedade. Estas ideias podem ser baseadas em crenças religiosas, morais, políticas ou outras perspectivas culturais. Pensamento social pode ter um impacto significativo nas ações e opiniões de uma pessoa, especialmente quando se trata de questões polêmicas ou controversas.

Embora ninguém possa dizer com certeza qual é a definição do pensamento social, há várias teorias sobre o assunto. Uma delas, a teoria da agência, por exemplo, defende a ideia de que as pessoas dentro de um contexto coorporativo agem de acordo com as suas próprias vontades e objetivos. Outra teoria, a teoria do construtivismo social, acredita que as pessoas constroem o seu próprio pensamento a partir da interação com outras pessoas em uma comunidades.

Independentemente da teoria que se adote, há evidências de que o pensamento social é uma força poderosa para nossa vida individual. Numa sociedade como a nossa, é essencial que as pessoas estejam dispostas a cooperarem para resolverem problemas cotidianos e estruturais.

Da mesma forma, é importante que cada membro da sociedade tenha uma compreensão clara das regras e dos valores que orientam a vida em comunidade, pautando-se sempre nos conceitos do relativismo cultural como propriedade.

Por isso, realizar uma análise da estrutura, da evolução, dos padrões de atuação e de alguns dos desafios contemporâneos da área do pensamento social pode ser um grande fator de estudo e desenvolvimento para os países. Veja um estudo sobre o pensamento social no Brasil!

Alguns filósofos acreditam que o pensamento social é inato, mas a maioria dos estudiosos concorda que o pensamento social é um produto da sociedade que vivemos.

De qualquer forma, é inegável que o pensamento social desempenha um papel crucial na vida das pessoas. Por isso, é importante que todos nós conheçamos as teorias a respeito do assunto e que estejamos dispostos a colaborar para melhorar a nossa sociedade.

O pensamento social reflete o caráter comunitário que o indivíduo está sujeito. Assim, o pensamento social diz respeito à comunidade que o indivíduo está inserido e a identidade que tem perante a ela.

Dessa forma, estudar o pensamento social nos ajuda a compreender e refletir sobre a nossa formação dentro da sociedade, além de facilitar a identidade e o aprendizado com outras culturas.

Com o pensamento social, criamos um imaginário coletivo que nos permite construir uma realidade cada vez mais complexa. Por conta do pensamento social, desenvolvemos valores, crenças, leis e nações. Com ele, vimos e veremos revoluções acontecerem diante de nossos olhos.

Mas, apesar disso, vimos também muitas guerras e conflitos acontecerem pela ignorância de não conhecer o pensamento social e, espero que possamos aprender sobre o pensamento social para evitar esses acontecimentos no futuro. 

Conforme aumentamos nossa capacidade de se comunicar e compartilhar informações, o pensamento social fica cada vez mais complexo para entender as dinâmicas sociais que regem a contemporaneidade.

Antes, com os meios de comunicação primitivos, o pensamento social era restrito a pequenos grupos que raramente estabeleciam conexões com outras comunidades. Assim, com a comunicação e informação limitadas, estabelecemos um sistema de identificação e relação de tribos. 

Porém, conforme aumentámos o acesso a novos conhecimentos, o pensamento social torna-se mais abrangente e, sem deixar o sistema de tribos para trás, incluiu outras comunidades em uma sistema de identidade maior e mais abrangente. Assim, podemos criar, por exemplos, nações, que conseguem unificar diferentes grupos sociais em um mesmo sistema de identidade. 

Hoje em dia, nós vivemos um processo de construção do pensamento social ainda maior. Com o desenvolvimento dos meios de informação e comunicação, atualmente vivemos uma nova construção do pensamento social: a globalização.

Engana-se quem pensa que toda e qualquer novidade está associada ao “desenvolvimento humano”. Vejamos a globalização, por exemplo. Embora esse processo de conexão mundial gere benefícios para a sociedade geral da Terra, ele gera também malefícios que não podem ser descartados. Em muitos lugares, é em decorrência da globalização que existem problemas como a fome, instabilidade política e guerra.

Portanto, conhecer o pensamento social é fundamental para criticarmos a nossa conduta coletiva para estabelecermos soluções necessárias para a forma que vivemos em comunidade. Estudar o pensamento social é entender que não estamos sozinhos no mundo e precisamos cooperar entre nós para construirmos algo que seja de valor para a vida.

Por que é importante estudar o pensamento social?

O pensamento social é importante porque nos ajuda a entender o mundo ao nosso redor. Ele nos ensina a compreender a formação social para pensar de maneira crítica e independentemente ao fornecer um conjunto de conhecimentos como ferramenta para analisar e interpretar as relações sociais às quais estamos expostos.

Assim, estudar o pensamento é importante para conhecer sobre si e sobre a comunidade ao seu redor para, assim, te dar a sensibilidade necessária para viver por um bem maior, que vai além da sua existência individual. 

Estudar o pensamento social é estudar as ideias que as pessoas têm sobre a sociedade. Isso pode incluir estudar a história do pensamento social, os principais autores e as principais escolas de pensamento. Também pode incluir o estudo de temas específicos, como a justiça social, a igualdade, a pobreza e a discriminação em determinadas comunidades.

Para fazer isso com o seu ciclo social ao seu redor, procure debater sobre temas importantes da atualidade com diferentes grupos de pessoas. Assim, você terá a capacidade de analisar diferentes opiniões e identificar qual é o pensamento que se adequa a sua identidade. Por isso, para estudar o pensamento social é muito importante expandir o contato com diferentes grupos e identidades para colher o maior número de informações para que você possa construir um pensamento próprio coerente. 

O pensamento social muda ao longo da história à medida que as sociedades mudam seus costumes e valores. As pessoas começam a pensar de forma mais complexa e abstrata à medida que têm acesso a mais informações e experiências. Assim, as sociedades tendem a se diversificarem, o que reflete no pensamento social que essas mudanças significam para a vida coletiva e individual.

O que pode-se observar é que a maneira mais comumente aceita de alterar o pensamento social é através da educação, já que a educação pode guiar a formulação de conceitos e ideias durante a formação e crescimento de grupos sociais. A educação, também, pode fornecer as ferramentas necessárias para que as pessoas sejam capazes de questionar os preconceitos e as atitudes negativas que elas possam ter em relação a outros grupos sociais.

Diferença entre pensamento social e pensamento individual

O pensamento social é o conjunto de crenças, valores e ideias que uma sociedade compartilha. O pensamento individual, por outro lado, é a maneira como uma pessoa pensa sobre um determinado assunto.

Claro que um tipo de pensamento influência diretamente no outro. Mas, o que podemos observar é que o pensamento social tem uma influência muito maior sobre o pensamento individual do que ao contrário. Isto porque, para uma pessoa mudar o pensamento de uma sociedade, ela têm que se dedicar em um trabalho árduo e complexo que, muito provavelmente, durará a sua vida inteira e, em muitos casos, ela ao menos tem a oportunidade de ver os resultados de seu trabalho.

Normalmente, quando o pensamento individual influência no pensamento social, a pessoa responsável por essa influência é vista como uma figura histórica na humanidade e é lembrada ao longo de muitos anos.

O que é o pensamento individual?

O pensamento individual é a capacidade de pensar de forma independente, sem influências externas. O pensamento próprio é a capacidade de pensar de forma independente, original e criativa.

O pensamento individual é a habilidade de formular suas próprias opiniões e ideias, em vez de seguir o pensamento de outras pessoas. O pensamento próprio é um dos principais ingredientes da inovação.

Como os diferentes pensamentos interagem entre si?

O pensamento individual refletem as preferências pessoais que temos em diferentes temas e atividades, já o pensamento social reflete pautas e discussões pertinentes na comunidades. 

O que acontece entre esse dois processos é uma relação mútua de influência: enquanto o pensamento individual permite que utilizemos nossa subjetividade para inserir algo criativo na sociedade, o pensamento social direciona a nossa ação individual ao mecanismo coletivo. 

Imaginário coletivo do pensamento social

Imaginário coletivo é um conceito da psicologia social que se refere ao conjunto de crenças, valores e representações compartilhados por um grupo social ao longo da história. Essas representações são construídas ao longo do tempo e podem ser transmitidas de geração a geração, sendo fundamentais para a compreensão do comportamento e das relações sociais.

pensamento social2

Leia também: Visão para a educação da página Humanizae

Podemos definir esse conceito, também, como sendo um acúmulo cultural a qual estamos contextualizados no momento do nosso nascimento. Assim, pode-se dizer que temos uma herança das diferentes culturas do passado e guiaremos os comportamentos, valores e costumes do futuro com base no que acreditamos hoje. 

Cultura 

A cultura é um conceito que abrange todos os aspectos da vida humana, incluindo a arte, a literatura, a música, o modo de vida, as crenças, as tradições, os valores, a culinária, as celebrações, etc.

Exemplos do que é cultura

  • A cultura de uma sociedade pode ser manifestada através de seus costumes, tradições, crenças e feriados. 
  • As artes e a literatura de uma cultura refletem suas ideias e valores.
  • A arquitetura e o design de uma cultura são formas de expressão cultural de uma sociedade.
  • A culinária de uma cultura é um aspecto importante da sua identidade.
  • A música de uma cultura pode revelar muito sobre sua história e tradições. 
  • O comportamento e as atitudes de uma cultura podem ser influenciados pelas suas crenças.
  • A língua de uma cultura é uma forma de expressão única e pode revelar muito sobre sua história e identidade. 
  • O vestuário de uma cultura pode ser uma forma de expressão artística e também pode refletir seus valores e crenças.
  • As festas e os eventos de uma cultura são outras formas de manifestar suas tradições. 
  • A educação de uma cultura pode revelar muito sobre suas ideias, valores e perspectiva de futuro.

Identificação, Não-identificação, Diferenciação

Para definir o conceito de cultura, é importante entender, também os fundamentos da Identificação, Não-identificação e Diferenciação.

  • Identificação é o ato de reconhecer e estabelecer uma conexão direta entre um objeto ou ideia.
  • Não-identificação é o ato de não reconhecer e não estabelecer nenhuma conexão direta com um objeto ou ideia.
  • Diferenciação é o ato de não reconhecer e estabelecer uma relação de repulsão com um objeto ou ideia.

Língua, cultura e identidade

A linguística tem sido, desde o século XX, um estrado cristalizador dos debates que ganham sobremaneira intensidade nos últimos anos quanto a questões investigadoras da natureza de contornos problemáticos e complexos.

Abrangendo o projeto da teoria linguística, quando refere-se a relatividade da linguagem, aborda questões pertinentes a essas perspectivas e afirma que, tanto a subjetividade quanto a relatividade se inserem no campo da linguagem, também, uma vez que são elementos de relações sociais, o seu discurso cria o lugar para sujeito representar a sua subjetividade na comunidade, como também reflete as atividades que produzirão na organização social.

No campo da linguística dominante, dá-se a explicação qualitativa da relatividade linguística, pois a percepção de uma palavra associa sempre outro significante, permitindo que essa percepção da palavra seja relativa ao contexto onde está situada.

Além disso, o pensamento social tem uma grande contribuição para os estudos da diversidade linguística e cultural ao redor do mundo, campo de conhecimento fundamental para explorar os limiares da capacidade humana de significar o mundo.

Considerações finais

O pensamento social é um conceito filosófico que se refere à capacidade do ser humano de se relacionar com os outros seres humanos. O pensamento social é como “a capacidade de reconhecer que outras pessoas possuem uma vida interior com suas próprias experiências, sentimentos e ideias com tamanha relevância mesmo que estas nunca sejam totalmente reconhecidas”.

O pensamento social é fundamental para a construção da civilização. A interação entre os seres humanos é responsável pela formação de valores morais, pelo estabelecimento de relações de cooperação e pelo progresso da humanidade.

O pensamento social é importante para a convivência humana, pois permite a construção de laços de cooperação e de respeito mútuo. O ser humano é uma animal essencialmente social, pois precisa de outros seres humanos para sobreviver e se desenvolver. O pensamento social nos ajuda a compreender os outros, a construir relações saudáveis e a contribuir para o progresso da humanidade.

Estudar humanidades pode nos ajudar a desenvolver um pensamento social coerente com a realidade que vivemos visando o desenvolvimento igualitário da comunidade para o bem maior do desenvolvimento social.

Por isso, conheça a Biblioteca Virtual do Pensamento Social da página Portal das Ciências Sociais Brasileira. Além disso, acesse o portal das humanidades e saiba mais sobre humanização!

Se quiser estudar mais sobre pensamento social, recomendamos os seguintes livros como referência:

Política, sociologia e teoria social – 2ª edição: Encontros com o pensamento social clássico e contemporâneo –  Anthony Giddens

Pensamento social Brasileiro: Matrizes nacionais-populares – Giovannis Semeraro

Pensamento social e político brasileiro – Gustavo Biscaia De Lacerda

 

humanizae

Categories:

Comments are closed

Leia também

A história da literatura é marcada por diversos períodos e movimentos que refletem as mudanças sociais, políticas e culturais de determinada época. Esses períodos literários são caracterizados por características estilísticas e temáticas específicas, que ajudam a entender a evolução da escrita ao longo dos séculos. Neste […]
O pensamento crítico é uma habilidade essencial para analisar informações de forma objetiva e tomar decisões fundamentadas. No entanto, o pensamento crítico não se limita às tradições ocidentais. O pensamento crítico oriental, com suas próprias origens e abordagens únicas, oferece uma perspectiva valiosa para a análise […]
O pensamento crítico é uma tradição filosófica que se desenvolveu ao longo dos séculos e que teve um impacto significativo na forma como os indivíduos analisam e interpretam o mundo ao seu redor. Cada cultura desenvolve um senso crítico próprio de acordo com as experiências que […]
Desbrave os tesouros da diversidade linguística e encante-se com as maravilhas do mundo!
Mitish98_testemunho_de_Auschwitz_30910436-af53-44ab-b077-2d5dbc3c0e17-1
Ensaio sobre o testemunho de Auschwitz Este ensaio destaca a importância do testemunho e da educação na preservação da memória do Holocausto, na construção de uma ética da tolerância para a prevenção de atrocidades históricas. O testemunho permite ressignificar o sofrimento e compreender o impacto de […]
Humanização e humanidades
Humanidades e humanização: Como promover uma conexão humanizadora no campo da saúde Descubra como promover uma conexão humanizadora com humanidades no campo da saúde! Saiba mais sobre a definição de humanização, o poder da empatia e compaixão para descobrir como as humanidades contribuem para o desenvolvimento […]